segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Começa o encontro de Cúpula em Copenhage. Rezemos!




Os olhos do mundo, a partir de hoje, estão concentrados ao que acontece em Copenhague, Dinamarca, na Cúpula da ONU em defesa do meio ambiente, visando à redução de CO2. Dir-se-ia que, na história da humanidade, este 7 de dezembro têm de entrar para a história como a data que coroará de êxito encontro visando salvação do Planeta contra o aquecimento global. Não há hipótese, baseado nos últimos dados relacionados à mudança climática, de que isso não ocorra. Que enorme insensatez imaginar-se decisões que não sejam as de  diminuir a incidência de gases letais ao meio ambiente, colocando em risco o futuro da humanidade. Diante da gravidade da situação, pensar tão-só em lucros é fazer a opção pelo extermínio absoluto da vida saudável na terra. Um caso de lesa-Planeta inequívoco.

Portanto, 192 nações têm a missão de elaborar um novo acordo para conter o aquecimento global. Nos próximos 12 dias, membros da Convenção-Quadro da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre Mudanças Climáticas vão negociar a respeito da redução das emissões de dióxido de carbono (CO2), o principal gás causador da mudança climática. O encontro terá seu clímax em 18 de dezembro, quando será encerrado.

Espera-se que os grandes líderes das potências mundiais se façam presentes ao encontro, e se entreguem de coração às negociações, pensando sobretudo que a conversa é acerca de um Planeta que não lhes pertence, sendo, na verdade,  de todos os seres vivos, homens, animais, bichos, insetos e etc. Enfim, delicado sistema  de vida que necessita de condições saudáveis para poder desempenhar inteiramente seus respectivos potenciais na delicada teia da vida.

O presidente Lula, que pretende estar presente à Cúpula talvez dia 17, afirmou que, por causa da proposta do Brasil de diminuir as emissões de gases do efeito estufa entre 36,1% e 38,9% até 2020, os demais países começaram a apresentar números para a meta. Lula citou, especificamente, os Estados Unidos e a China.

No programa semanal de rádio "Café com o Presidente" que foi ao ar nesta segunda-feira, 7, Lula afirmou ser preciso tomar uma decisão agora e começar a trabalhar para reduzir o aquecimento global.

O presidente Lula está correto. Deixar para mais tarde é condenar às futuras gerações a viverem num mundo infernal. As pessoas de bem espalhadas pelo mundo inteiro não desejam que isso aconteça. Não é por outra razão, portanto, que nossas atenções estão voltadas para Copenhague a partir de hoje.

Rezemos, senhores, rezemos... Rezemos para que impere o bom senso.



Cúpula da ONU debaterá nos próximos doze dias um novo acordo para conter o aquecimento global

Manoel Soares Magalhães



3 comentários:

  1. Bom dia! Rezemos sim! Por nós e pelos futuros herdeiros do nosso precioso Planeta. Lembrando que, também cabe a cada um de nós (e não só de nossos governantes), mesmo que por pequenos atos diários, a responsabilidade da preservação da nossa casa Terra e por consequência, a preservação de toda forma de vida e "da nossa espécie".

    Um grande abraço, com muito carinho!

    Manu

    ResponderExcluir
  2. Excelente texto, Manoel. Nossa preocupação é válida. O futuro do Planeta está em jogo.

    ResponderExcluir
  3. Só rezando mesmo!!!!

    ResponderExcluir